quinta-feira, 23 de junho de 2022

SEMANA CRIATIVA DE TIRADENTES ANUNCIA PROJETO AMBICIOSO


A Semana Criativa de Tiradentes é um projeto que reúne desde 2017 um grupo de designers reconhecidos nacionalmente com um grupo de artesões da cidade histórica mineira. Desse encontro, além da troca de conhecimentos, nasce também o aprimoramento de técnicas. “O designer muitas vezes traz um olhar mais fresco, com foco no comercial. Já o artesão tem a oferecer a “mão na massa”, a oportunidade da experiência”, explica Simone Quintas, uma das idealizadoras.

É um trabalho que acontece durante todo o ano e o resultado é exibido no festival, que em 2022 acontece entre 20 e 23 de outubro. Mas o grande legado desta edição é o ambicioso projeto Escola da Semana.

“A gente sente uma falta muito grande do design com nossas raízes. Eu venho da escola da Lina Bo Bardi e é exatamente isso que ela prega, conectar o erudito com o popular. Eu vi a possibilidade de expandir esse encontro para além da semana criativa” conta Paulo Alves, um dos maiores designers brasileiros da atualidade e quem plantou a sementinha da escola na sua primeira participação no projeto, no ano de estreia.

A proposta é proporcionar que um numero maior de pessoas tenha acesso a essa troca, seja estudantes, arquitetos ou qualquer pessoa que tenha interesse nesse universo. A Escola da Semana fica na zona rural de Tiradentes, um lugar lindo e que pouca gente conhece. O local permite um real mergulho nesta experiência. “Ótimas escolas de design existem no mundo inteiro, nenhuma proporciona a experiencia de se estar inserido neste contexto, um espaço para se viver a cultura local” conta Simone.

Para fazer o projeto acontecer, um grupo de criativos está colocando a mão na massa para que até o fim do ano a escola fique pronta. São eles: Bel Lobo, Alex Rousset, Paulo Alves, Ligia Agostini, Ana Vaz, Henrique Oliveira, Paulo Biacchi e Lufe Gomes. Neste novo espaço, o artesão será professor junto a um grande nome do design em cursos rápidos, com duração de uma semana ou dez dias.

Na última semana parte deles se encontraram em uma live que explica em detalhes este projeto inédito feito as muitas mãos:

https://www.youtube.com/watch?v=uawOVEcqpgU

Escola da Semana – Preservar e Despertar
Esse ano a organização do evento apresenta outra novidade: a Escola da Semana. O projeto, em parceria com a Prefeitura de Tiradentes, vai transformar o espaço de uma unidade municipal desativada há seis anos, na comunidade Caixa D’água da Esperança, área rural da cidade, na primeira escola de design nacional com foco na preservação das técnicas de tradição.

A ideia surgiu em 2017, durante a primeira edição da Semana Criativa, quando o designer Paulo Alves sugeriu aos criadores do festival que fundassem uma escola para que todas as pessoas pudessem vivenciar imersões com designers e artesãos. “Ficamos com essa história atrás da orelha e a vontade de transformar o projeto em realidade só veio aumentando. No final do ano passado, quando terminou a SCT, a Prefeitura de Tiradentes propôs uma parceria para ocuparmos essa escola desativada na área rural da cidade. Apesar de todo o grau de desafio, ficamos super animados em fazer lá a Escola da Semana”, conta Simone Quintas.

Além de uma futura imersão para quem participa da Semana, o espaço será um lugar de aprendizado, com oferta de cursos rápidos e estímulo ao empreendedorismo. A intenção que as aulas sejam ministradas por grandes nomes do design, junto com artesãos locais, para interessados de todo o país que queiram colocar a mão na massa e se expressar por meio de técnicas manuais de tradição. Segundo Simone, a iniciativa trará referências das escolas europeias Bauhaus e Domaine de Boisbuchet. “A Bauhaus falava muito dessa história de misturar arquitetura com outras artes, e a Semana Criativa é muito isso. Vamos falar de design, de técnicas de construção, mas sempre puxando para o artesanato, para as técnicas locais. Vai ser uma escola com essa mistura de cores”, acrescenta.

Desde a idealização até os primeiros passos para torná-lo realidade, o projeto tem contado com a coletividade em todos os seus processos. Em uma ação inédita, um coletivo multidisciplinar de notáveis, puxado pela arquiteta Bel Lobo, se uniu para reformar, revitalizar e ressignificar o espaço da antiga escola. Participam do grupo os arquitetos Alex Rousset, Paulo Alves e Ligia Agostini, os designers Ana Vaz, Henrique Oliveira e Paulo Biacchi, e o influenciador Lufe Gomes, do perfil Life by Lufe. O projeto conta ainda com o apoio de grandes marcas como Docol, Sherwin-Williams, Mekal, Colormix e da ABPM (Associação Brasileira dos Produtores de Mogno Africano). A expectativa é que a escola fique pronta até o final deste ano.

A escola mistura aprendizado, tradição e inovação, tudo isso sem perder de vista os princípios de sustentabilidade e preocupação com o meio-ambiente. Assim, surgiu a parceria com o Instituto Vida Livre, uma organização não governamental que tem como missão a reabilitação e soltura de animais silvestres em situação de risco no Rio de Janeiro. A ONG atua no suporte à fauna apreendida pelos órgãos de fiscalização, como também realiza resgates voluntários. A ideia é que a Escola da Semana também abrigue uma pista de vôo para aves resgatadas pelo instituto que precisam reaprender a voar e retornar com segurança a natureza. “A educação também liberta. E é isso o que queremos fazer em todas as frentes que estiverem ao nosso alcance”, pontua Simone.

Um produto que nasce desse projeto é o Cobogó da Escola. O elemento construtivo marcante e de identidade brasileira estará presente na arquitetura da unidade, assinada pelos arquitetos e designers Alex Rousset, Ana Vaz, Bel Lobo, Lígia Agostini, Paulo Alves e Paulo Biacchi. O desenho da peça é uma adaptação da logomarca da Semana Criativa, criada pelo estúdio Hardy Design de Belo Horizonte, que será produzida pela Divina Terra, empresa de Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, que transforma matérias-primas e resíduos industriais em peças e revestimentos sofisticados. Além de ser usado na arquitetura da escola, a peça entrará em linha e será comercializada como um subproduto da Escola da Semana. Parte da renda deverá ser revertida para a manutenção do espaço.

https://www.instagram.com/escoladasemana

Sobre a edição 2022 da Semana Criativa
A edição 2022 da Semana Criativa de Tiradentes já tem data marcada: de 20 a 23 de outubro, na cidade histórica de Tiradentes, em Minas Gerais. O evento acontece em formato presencial, com quatro dias recheados de palestras, rodas de conversa, exposições, oficinas e experiências ligadas ao universo artesanal brasileiro. As palestras do dia serão disponibilizadas no YouTube da Semana Criativa, no período do festival.

A Semana Criativa de Tiradentes é uma iniciativa cultural e social, que acontece anualmente na cidade título, com o objetivo de divulgar e valorizar os saberes de tradição e estimular o empreendedorismo por meio do design, do artesanato e da arquitetura. O projeto é realizado pela jornalista Simone Quintas e pelo produtor cultural Júnior Guimarães. Neste ano, o festival é um oferecimento do Instituto Cultural Vale e conta com o patrocínio das empresas Breton e Sherwin William, copatrocínio da Bel Lar e o apoio da Ecosimple e Oxford.

Ao longo do ano, são promovidas imersões entre designers e artesãos para a troca de conhecimentos. O resultado destes encontros são produtos criativos e cheios de história, exibidos e vendidos na loja da Semana Criativa de Tiradentes e em lojas de design do país. Participam desta edição os designers Gustavo Bittencourt (RJ), Luly Vianna (SP), Karol Suguikawa (MT), Pietro Oliveira (MG), Rodrigo Ambrosio (AL) e os artesãos Alisson Lourenço Nascimento (madeira/marchetaria), Tatiane Carvalho de Santana, Edna Maria Carvalho de Santana e Wellington Carvalho de Santana (palha), Camila Mendes (bordado), Claudio de Matos Ferreira (Nôca) e Bela Ladeira (couro) e Carlos Henrique Silveira Barbosa (lata).

Em outubro, durante o festival, acontece uma verdadeira maratona de conteúdo e de experiência pelas vielas da cidade sobre artesanato, design, arquitetura e gastronomia. O público é formado por arquitetos, designers de produto e de interiores, artesãos, artistas, formadores de opinião, lojistas e interessados no assunto vindos de todo o país.

Nenhum comentário: